Tecnologia do Blogger.


quarta-feira, 4 de abril de 2012

Resenha do Filme: "Guerra é Guerra"

O ator britânico Tom Hardy talvez possa ser chamado de “A revelação do Ano” ou “A Sensação do Ano”. Só o fato de ele estar escalado, neste ano, em uma grande produção, já o coloca sob os refletores, mas ele é MAIS do que isso: a grande produção em questão é “Batman- O Cavaleiro das Trevas Ressurge” , terceiro e último (?!?!) filme do homem morcego realizado pelo diretor Christopher Nolan. E Hardy vai interpretar simplesmente o vilão do filme, o Bane.

Só o fato de um ator que não é lá tão conhecido (o papel de destaque de Tom até agora provavelmente é em “A Origem”, mas ele já fez outros filmes muito bons que não possuem tanto reconhecimento, como “Guerreiro”) ser escalado para fazer o vilão em um filme de grande repercussão, já faz com que as pessoas o olhem de forma diferente. E isso, como opinião pessoal, é bom porque grandes atores geralmente são conhecidos dessa forma.
Fiz essa pequena introdução sobre o Tom para que vocês entendam mais ou menos o porque de “Guerra é Guerra”, o filme de hoje, está sendo esperado.
Além de ter a Reese Witherspoon (“Legalmente Loira”) como protagonista, (Lauren) o elenco traz Tom Hardy como Tuck e Chris Pine (“O Diário da Princesa 2”) como FDR Foster.
Tuck e FDR são espiões e também melhores amigos. Ambos compartilham segredos, missões, momentos... E agora vão compartilhar a mesma namorada!
Após várias decepções amorosas (e passar por aqueles momentos constrangedores onde você reencontra seu ex na rua, do nada, totalmente desprevenida e ele está super bem, com uma noiva e a única coisa que você está é possivelmente com alguns quilos a mais e em um momento sem pensar você acaba dizendo que está com um cirurgião e “Oh my God, tenho que ir encontrar-me com ele numa Temakaria”, e meio que sai correndo e quando você chega para comer sushi –sempre uma porção para uma pessoa-, Nossa! Que coincidência, seu ex e a noiva também estão lá, mas o seu suposto namorado cirurgião não está e nem vai aparecer, porque ele só existe na sua cabeça e você paga mico), acaba sendo inscrita em um site de relacionamentos. Lá ela se interessa por Tuck e é recíproco.
Então, ambos combinam de se encontrar pessoalmente e quando FDR descobre os planos do amigo, diz que quer estar por perto “para ajudar”. Mas Tuck obviamente o proíbe de ir junto ao encontro e Foster acaba indo para uma locadora, próxima ao local do encontro.
Ele é mulherengo e não está muito interessado em relacionamento sério. Já Tuck que acabara de enfrentar um divórcio, está à procura de um novo amor.
Talvez Lauren fosse realmente a mulher ideal para Tuck...
Isso se ela não tivesse conhecido, coincidentemente, FDR.
Ao longo do filme, FDR se interessa cada vez mais pela garota, que a princípio só o despreza. Ela está envolvida com Tuck e há muita reciprocidade nesse relacionamento, a priori.
Em meio a muitas reviravoltas, os amigos acabam descobrindo simultaneamente que estão saindo com a mesma mulher. E é a partir daí que eles têm que decidir o que fazer.
Em comum acordo, ambos optam por continuar vendo Lauren, do jeito que está sendo. Porém, um não pode atrapalhar a conquista do outro e no fim, é a mulher que deve decidir quem é o “melhor”. Há algumas regras, por exemplo: eles não podem transar com ela e também não podem deixar que essa conquista atrapalhe a amizade.
Mas, como bons espiões que são, ambos acabam usando algumas táticas de espionagens em cenas que rendem boas risadas ao público.
"GUERRA É GUERRA"


ONDE ASSISTI PELA 1ª VEZ: no cinema
QUANDO: 22/03/12
POR QUE EU ESCOLHI ESSE FILME: Por causa do ator Tom Hardy *-*
O QUE EU SABIA DE ANTE MÃO:
-Que era um filme estrelado por Reese Witerspoon;
-Que a atriz veio ao Brasil divulgar o filme;
-Que há opiniões divergentes sobre o filme, uns gostaram, outros nem tanto.
DIRETOR DO FILME: McG
QUEM SÃO OS ATORES PRINCIPAIS: Reese Witerspoon, Tom Hardy, Chris Pine.
QUE TIPODE FILME É: Comédia/Ação
COMO É A HISTÓRIA PRINCIPAL: Retirada do site FILMOW (http://filmow.com/guerra-e-guerra-t45572/) “O filme contará a história de dois melhores amigos, inseparáveis desde a infância, que se apaixonam pela mesma mulher (Witherspoon). A amizade entre eles então se desfaz e a batalha para ver quem leva a garota ganha proporções gigantescas, deixando uma trilha de destruição pela cidade de Nova York”
CLASSIFICAÇÃO INDICATIVA: 12 anos
O FILME FOI MAIS, IGUAL OU MENOS DO QUE EU ESPERAVA:
Foi mais! Esperava mais ação e menos comédia, mas é ao contrário. Há humor na medida certa e achei que os atores estão muito bem no papel. Não vou dar muitos detalhes, obviamente, mas o final foi um pouco diferente do que imaginava...
PONTO FRACO: Alguns fatos que ocorrem mais para o final do filme, mas não vou colocar aqui porque será spoiler. :P
UMA CENA: Várias me chamaram a atenção, como: a da escuta, onde Tuck e FDR escutam os defeitos que Lauren fala de ambos; a cena do paintball; a cena da balada, onde Lauren vai embora e FDR corre atrás dela, eles veem o ex dela e ela pede que ele a beija;  a cena do caratê do filho de Tuck, a cena em que ambos invadem a casa dela e ela nem percebe ; a cena do restaurante,e obviamente, a cena final.
UMA FRASE DO FILME: Gostei de duas:
- “
Não escolha o melhor cara, escolha o cara que faz você se sentir uma garota melhor”
-“Não despreze seus erros, pois foram eles quem te trouxeram até aqui.”

RECOMENDO ESTE FILME: Recomendo, é divertido ^^
DICAS PARA QUEM PRETENDE ASSISTI-LO:
-Faça pipoca (se tiver molho de pimenta, melhor ainda, haha)
-Preste atenção nos diálogos e em alguns personagens secundários;
- Aproveite =)
BOM FILME,
Kell :)
(Originalmente publicado em Dear Book)

Um comentário:

  1. Priscila Silva Nunes Oliveira3 de fevereiro de 2013 09:16

    Assisti esse filme ontem, é muito legal!! Só o final que imaginei que seria outro, mas mesmo assim valeu a apena.

    ResponderExcluir

Blogger Template Mais Template - Author: Papo De Garota